Luciana Correa


Reabilitação ou Readaptação? O que marcou a história de João Carlos Martins?

Luciana Correa
Jornalista

Readaptação é mudar a forma de fazer algo que você já fazia. Às vezes, é mudar totalmente de direção. Se readaptar a uma nova realidade não é uma lição nada simples.

Quando eu olho para a história, do hoje maestro, João Carlos Martins, penso como foi incrível a sua readaptação. Como ele conseguiu se reinventar! Estamos falando de um músico, brasileiro reconhecido por ser um dos maiores pianistas do mundo e apontado como o maior intérprete de Bach.

A sua trajetória foi composta por vários momentos de reabilitação. Uma queda que perfurou seu braço direito deixou o músico afastado dos pianos. Após, um longo período de fisioterapia ele conseguiu retomar as suas atividades mesmo com três dedos atrofiados. Em 1995, sofreu um assalto, na cidade de Sófia, Bulgária. Foi golpeado na cabeça com uma barra de ferro. Resultado: uma sequela neurológica que comprometeu o membro superior direito. E lá estava ele com mais um cronograma longo de reabilitação para voltar a fazer o que mais amava e sabia fazer: tocar piano.

Porém, chegou um momento na vida de João Carlos Martins, após muitas cirurgias, que a reabilitação já não era mais o suficiente. Após ser acometido por uma doença nos membros superiores ele se deparou com uma nova realidade: não poderia mais tocar piano com a genialidade que tocava.

Como encarar?

Tocar piano era o seu ofício. Agora ele teria que mudar de função para continuar trabalhando com música, que ele tanto ama. Quantas pessoas não se encontram nessa situação? Tento que se readaptar para seguir a diante?

A história do João Carlos Martins é fascinante, pois ele descobriu uma nova vocação: regência! Pegou toda a sua genialidade para mudar de função. Readaptou-se. Com certeza não foi uma tarefa fácil. Além, de um sinal em um sonho que teve ele estava cercado por pessoas que entendiam o seu momento, acreditavam nele e enxergaram novos caminhos que ele poderia seguir.

A sua readaptação fez história! Muitas pessoas acabaram conhecendo o MAESTRO João Carlos Martins antes do pianista. E graças a essa sua nova função, a música erudita foi democratizada. Como maestro fundou uma orquestra de jovens e viu como poderia ser um agente transformador no país em sua nova função.

Pianista, Maestro, Empreendedor. As reviravoltas de João Carlos Martins são inspiradoras. Os dedos que deslizavam velozes no piano hoje flutuam sob a batuta cheia de superação, determinação e fé no que faz!

Esse ano saiu na mídia que Carlos Martins voltou ao piano graças a luva biônica

A reviravolta continua, mas isso já é uma outra história. Falamos em uma próxima oportunidade!