Paulo Dias de Campos


Ebook Facilitadores e Dificultadores no Processo de Retorno ao Trabalho

A Energia Contagiante do Trabalho

Paulo Dias de Campos
Diretor Técnico do Centro Brasileiro de Segurança e Saúde Industrial

Para quem tem dúvida quanto ao trabalho desenvolvido pelas empresas brasileiras na área de saúde e segurança do trabalho, e em especial em projetos consistentes em gestão do absenteísmo e reabilitação/readaptação profissional, a melhor resposta é conhecer os trabalhos inscritos nesses 10 anos de existência da premiação realizada pelo Centro Brasileiro de Segurança e Saúde Industrial- CBSSI que à partir de 2019 passou a se chamar Prêmio Baldur Oscar Schubert Gestão do Absenteísmo e Reabilitação Profissional.

Foram recebidos desde 2009 algumas dezenas de trabalhos de empresas públicas e privadas, tais como – Petrobras, VALE, Alcoa, Gerdau, UNICAMP, USP, UNESP, IBM, Universidade de Brasília, John Deere, SESI, SENAI, Johnson & Johnson, WEG, Vallourec & Mannesmann, Goodyer, Banco Itaú, Santander, Hospital São Rafael, VIVALLE, BRF, Caterpillar, Caixa Econômica Federal, Volkswagen, Hyundai, Correios, USIMINAS, Prefeituras de São Paulo, Curitiba, Joinville, Piracicaba, Blumenau entre outras...

Essas empresas representam uma amostra do universo delas que certamente estão interessados no bem-estar de seu público, essa é uma evidência lógica para mim, afinal, essa disposição de apresentar um trabalho interno para ser avaliado, questionado e concorrer numa disputa saudável com outros pares do mercado, demonstra o quão confiante elas estão quanto ao atendimento de sua responsabilidade legal e social de proteger e cuidar de seus trabalhadores.

Com o intuito de investigar e conhecer a longevidade desses trabalhos, a partir de 2018 começamos a levantar a situação dos vencedores da primeira edição desse Prêmio. Inicialmente fomos atrás do trabalho da Alcoa, vencedora que foi da categoria empresas privadas de 2009. Além dela fomos também saber como andava o trabalho vencedor da categoria órgãos públicos que foi da Prefeitura de Piracicaba.

Depois de uma década como estarão os trabalhos vencedores, será que continuam produzindo resultados positivos? A alta direção continua apoiando essa iniciativa? E os profissionais continuam acreditando e avançando no aperfeiçoamento do projeto? E os trabalhadores/servidores estão sendo beneficiados e reconhecem essa ação desenvolvida pela organização? E na parte financeira, quais os resultados obtidos desses 10 anos?

São muitas perguntas e elas só poderiam ser respondidas pelas próprias ganhadoras e elas (Alcoa e Prefeitura de Piracicaba) aceitaram o nosso convite para apresentar em 2018 durante o nosso 11º Congresso, a palestra intitulada – “É Possível Manter, Ter Apoio, e Sucesso num Programa de Reabilitação Profissional? ”

As apresentações trouxeram o desenrolar no decênio do trabalho vencedor. Conforme o desafio proposto, ambas as organizações, enfatizaram as dificuldades enfrentadas e as vitórias conquistadas, deixando evidenciado que tanto a equipe do SST, os gestores, a alta direção e os trabalhadores/servidores reconhecem o esforço que está sendo dispendido por todos, com o propósito maior de preservar equilibradamente e alcançar os objetivos de levar a organização à sua eficiência máxima, aumentando a possibilidade de maiores lucros/resultados e sua sustentabilidade perene, isso com seu capital humano saudável, feliz, produzindo no limite de sua capacidade, com boa vontade, disciplina e qualidade de vida.

Não poderia deixar de lembrar nesse registro que aqui faço de algo marcante para a equipe de colaboradores do CBSSI, pois a cada edição dessa premiação constatamos principalmente durante a cerimônia de entrega dos troféus e menções honrosas a alegria contagiante das equipes das organizações concorrentes dessa distinção.

Essa sensação difícil de explicar, mas muito fácil de sentir, nos dá a certeza de que valeu a pena todos os esforços destinados à organização anual desse Prêmio.

Muitas vezes, para não dizer quase sempre, desacreditamos de nosso povo, de nossos políticos, de nossos colegas e até de nosso futuro, mas para nós do CBSSI, uma pequena centelha de esperança surge todo ano, quando, durante o tradicional Congresso Gestão do Absenteísmo e Reabilitação Profissional são apresentados os trabalhos do Prêmio Baldur Oscar Schubert Gestão do Absenteísmo e Reabilitação Profissional.

Espero que essas reflexões possam inspirar esperança, energia e trabalho para todos...